Visual Programming e Low Code Platforms

Visual Programming e Low Code Platforms

...

by LCG 4 de Dezembro, 2017


 

A programação visual permite-nos descrever os processos e fluxos de informação, usando ilustrações e sequências de atividades como nós, humanos, as pensamos e nos fazem sentido.
As linguagens tradicionais de linhas de código fazem-nos pensar como um computador. Mas com a programação visual, consegue-se desenvolver processos que mapeiam melhor a realidade, mais focados no utilizador final e suas necessidades.
 
Atualmente, o desenvolvimento aplicacional baseia-se num conjunto vasto de tecnologias diferentes e coexistentes, php, javascript, C#, html, css, java, ajax, ios, android, etc.
 
É neste contexto que as low code platforms, como a Plataforma OutSystems, ganham relevância.
 
OutSystems permite às equipas de desenvolvimento programar de uma forma visual e intuitiva. Todo o código tradicional é gerado automaticamente, já otimizado e atualizado. A plataforma permite ainda gerar o código para aplicações mobile nativas IOS ou Android, stacks .Net ou Java, sobre as mais usuais bases de dados e application servers. Isto tudo, trabalhando sobre a mesma base de código visual e com a mesma ferramenta de desenvolvimento (IDE).
OutSystems, disponibiliza out-of-the-box, um conjunto de funcionalidades importantes como: segurança (incluindo certificações ISO e SOC), gestão de utilizadores, gestão do ciclo de vida das aplicações (devops), melhorada experiência do utilizador (UX), ferramentas de monotorização e métricas, ferramenta de recolha de feedback dos utilizadores, desenvolvimento em equipa, integrações facilitadas, etc.
Ao adotar OutSystems e metodologias ágeis para a entrega de aplicações e projetos, a LCG pretende enriquecer a sua oferta de valor, contribuindo para aumentar a produtividade e a rapidez em lançar soluções para o mercado, permitindo aos seus clientes melhorar o desempenho do seu negócio.
 
Com a equipa de projeto mais focada nos processos de negócio e nos utilizadores, e menos nas tecnologias e linguagem de programação, consegue-se obter ganhos significativos de produtividade, tanto no desenvolvimento de novas aplicações, como na manutenção e evolução de soluções existentes e, simultaneamente, maior valor para o utilizador final.